Seguidores

19 agosto 2014

A importância das atividades físicas na infância

O cenário de lazer há décadas atrás era um pouco diferente da realidade nos dias de hoje. Brincadeiras na rua, liberdade na vizinhança e muitas formas de gastar energia ao ar livre. O principal motivo que levou a diminuição dessas formas de diversão foi a violência urbana, principalmente nas grandes cidades.
Hoje vivemos em residências com muros altos, guarita e nos protegemos dos perigos da rua. Para quem ainda goza de espaço residencial com área de lazer pode aproveitar com segurança uma área para as crianças se divertirem, mas para quem não tem, a melhor opção é investir em horários de atividades esportivas para fazer as crianças se exercitarem e não ficarem apenas em frente ao computador.
Qualidade de vida começa na infância
A busca pela qualidade de vida requer algumas atitudes diárias de vigilância e da prática de hábitos saudáveis. Quando procuramos um plano de saúde familiar para resguardar atendimento de qualidade e tratamentos para os filhos é um caminho de prevenção. Entretanto manter uma rotina de exercícios e a boa alimentação também funciona como importante fator preventivo e isso devemos ensinar a nossas crianças.
Na fase de desenvolvimento, as crianças necessitam gastar energia, isso faz ter um sono melhor, aumentar o bom humor e sentir-se disposta. Quem nunca viu uma criança brincar em um parque até cansar e voltar satisfeita para casa?
Incentive a prática de esportes
Para amenizar a correria das responsabilidades escolares e a falta de liberdade que gozávamos antigamente o esporte vem como uma forma segura de oferecer lazer e diversão, além de colaborar para a saúde da criança. Respiração, postura, equilíbrio do peso, tonicidade muscular são alguns exemplos do que pode ser melhorado com a continuidade da prática.
Esportes em água, como natação, nado sincronizado ou outros como basquete, judô, vôlei, futebol, ginásticas aeróbicas, há inúmeras opções e o importante é procurar um  em que o filho sinta prazer em frequentar e leve o treino com responsabilidade, e acima de tudo, possa se divertir.
Vale ressaltar que o foco não é o resultado obtido pela criança como competidor, mas sim a atividade como condutora de uma vida saudável, se a criança terá destaque e sucesso em uma determinada modalidade o tempo dirá, o treino árduo e precoce para formar campeões é nocivo, há de se ter um equilíbrio e prezar sempre pelo bem-estar do pequeno.
O esporte serve também como aprendizado ao lidar com adversários, compromisso e disciplina. Além dos aspectos motores e fisiológicos, a criança aprende o valor da cooperação e a respeitar seus limites.

Por Roberta Clarissa Leite, escreve também para o SeguroViagem.org e é autora do blog Na Terra dosTchecos.

2 comentários:

  1. É muito importante que o desporto entre na vida da criança.
    Gostei deste espaço.
    Beijo
    Graça

    ResponderExcluir


  2. Realmente o esporte é fundamental no crescimento e desenvolvimento das crianças. Não apenas na parte física, mas também para aprender a lidar com vitórias, derrotas, empates e, principalmente, a viver em grupo, jogar pelo conjunto e pelo próximo. Exatamente como ressaltou!

    Gostei daqui, viu!

    Grande abraço

    www.lucadantas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir