Seguidores

25 junho 2014

A importância da leitura no universo infantil

A magia da leitura deve ser apresentada ainda na infância, quando as estórias e personagens ganham formas lúdicas e brincam com a imaginação. Gostar de ler é também um aprendizado, um ambiente propício que ofereça a chance da criança ter sempre em mãos a escolha de pegar um livro e começar a viagem entre as palavras.
É necessário entender que as crianças de hoje são os adultos de amanhã e a leitura exerce um diferencial. Há inúmeros fatores que se desenvolvem através do ato de ler. Uma melhor escrita, enriquecimento de vocabulário, conhecimento sobre variados temas, riqueza na imaginação e uma visão mais profunda em relação à vida e aos seus acontecimentos.
A literatura no mundo infantil deve ser estimulada o quanto antes, se o ambiente da casa já tem um favorecimento à leitura os filhos dificilmente vão se afastar do costume. Visitar bibliotecas é um investimento bem positivo. Deixar o filho olhar os livros na estante, escolher o que mais chama atenção, participar de leituras ou programação de contos une a atmosfera das letras ao dia-a-dia, claro que todas as escolhas de acordo com a idade da criança.
Para os menores a chance de poder tocar e escolher o que mais prende a atenção favorece a curiosidade inerente à essa fase - manusear o livro, folhear as páginas coloridas, descobrir a textura de cada parte e eleger aquele que fará parte de suas descobertas. Porque a iniciação à leitura na fase infantil deve ser uma descoberta prazerosa que implique em momentos de contentamento.
É desta mesma forma que a paixão e interesse por uma língua estrangeira como inglês ou espanhol pode também começar desde cedo. Mais importante do que a cobrança, a forma como é colocada frente ao jovem faz muita diferença, ser inserido em um contexto de aprendizado e tentar participar disso é mais louvável do que ser apenas avaliado através de notas escolares.
Um ponto chave é buscar a literatura correspondente à idade. E mais, a leitura feita pelos pais em voz alta antes das crianças irem para cama, é ainda uma tradicional e eficaz forma de estabelecer essa ligação, através de um ritual de carinho. Qual criança não gostaria de ir dormir ouvindo estórias escritas por Cecília Meirelles, Ruth Rocha ou Ana Maria Machado?
Mais tarde, toda essa dedicação certamente trará bons frutos quando os pequenos filhos já crescidos estiverem galgando seus passos acadêmicos, na escolha da profissão,  e levarem consigo hábitos positivos que aprenderam no seio da família.

1 comentários:

  1. Passando para te visitar e para te convidar a visitar e fazer parte de meu novo blog, e que o antigo foi invadido e excluído,estou seguindo todos os amigos novamente, mas devagar estou recomeçando, uma semana abençoada! http://proaisesilvaartedeeducar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir